Quão popular sou?

domingo, 24 de outubro de 2010

Sentimentos

 
 Abraço
que pode ser de ternura, carinho, amizade, conforto, paixao, amor, despedida, ou até mesmo reecontro..Um abraço é partilha de sentimentos..quero um abraço..;)

segunda-feira, 18 de outubro de 2010


Lágrimas derramadas nem sempre significam tristeza, podem ser apenas reflexo de uma enorme felicidade!

domingo, 17 de outubro de 2010

Eu...

Eu sou um pouco de tudo, rezingona, teimosa, má, mas depois também tenho o meu lado meigo, carinhoso. Sou simpática, divertida, sensível, um pouco naif, corajosa, lutadora, vaidosa, talvez um pouco narcisista, verdadeira, adoro a mãe, a lila.. Sem elas eu não seria quem sou hoje. Gosto dos meus amigos, não tenho muitos, mas os que tenho, são fantásticos e contribuem para que o meu dia seja muito mais colorido :p:p:p:p.
Adoro sorrir, adoro mimos, gosto de beijos e beijinhos , gosto de fotografia, esta é uma paixão recente, mas sem a qual já nem me imagino. Dançar é outra das coisas que me dá imenso prazer , ajuda-me a libertar, descontrair…por vezes quando o faço consigo esquecer momentaneamente situações ou coisas que me estão a acontecer menos boas. Claro que também gosto de ouvir musica, e até mesmo cantar, claro que isto só faço em casa pois em publico seria bastante penoso para quem me ouvisse, lol..
Gosto de ler, embora ultimamente não o faça com frequência, eu costumo dizer que é porque não tenho tempo, mas a realidade é que sou bastante preguiçosa. Outra coisa que gosto imenso é viajar, gosto de conhecer pessoas diferentes, novas culturas..
Gosto de ter a noção da realidade, no entanto por vezes é muito bom, abstraímo-nos da realidade e sonhar. Sonhar faz parte da vida, e para mim muitas das vezes são os sonhos que nós motivam a lutar pelo que pretendemos…
Por hoje vou parar por aqui e comer o meu iogurte….

domingo, 10 de outubro de 2010

Viver vs Sobreviver


Passamos a vida a protestar, nunca estamos satisfeitos com o que temos. Será que não devíamos parar para reflectir?! Pois existem pessoas que nem os géneros alimentícios possuem para a sua própria sobrevivência, não tem condições higieno sanitárias e muitos deles nem sequer imaginam o que é aquilo a que nos chamamos casas, pois os seus abrigos nada tem haver com os palacetes em que muitos de nós vivemos, para eles o importante é estarem protegidos das condições atmosféricas, já nós, os nossos dilemas são as decorações das casas, e pequenos detalhes que nos proporcionem ainda mais conforto do que aquele que já temos..
Espero neste aglomerado de frases ter conseguido transmitir que enquanto nós vivemos, existem aqueles que lutam dia após dia para conseguirem sobreviver.